Espanhol Português Inglês
Novidade - Cotação Online
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Fabricantes Distribuidores Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!


Voltar

A América Latina é o mercado que mais cresce em probióticos, com o Brasil e o México conduzindo o caminho: Kerry / Ganeden

"A América Latina é uma das maiores oportunidades de alimentos e bebidas fortificados com probióticos", diz Mike Bush, da Kerry, mas a educação do consumidor é um desafio para o crescimento do mercado.

A região está crescendo rapidamente no mundo, com o Brasil respondendo por 52% do total de áreas de mercado de probióticos. O México está em segundo lugar, com 28% de crescimento regional, de acordo com um novo relatório da Kerry, intitulado "Uma visão global do mercado de saúde digestiva e probiótico".

Os alimentos funcionais e bebidas são um dos maiores segmentos de mercado em crescimento na América Latina e as projeções prevêm crescimento rápido, disse a empresa. Uma classe média em ascensão, com mais renda disponível, está expandindo a conscientização, a inovação e a disponibilidade de produtos em toda a região.

"A América Latina é uma das maiores oportunidades de alimentos e bebidas fortificados com probióticos, mas o desafio aqui é que a educação desempenha um grande papel na compreensão dos consumidores sobre os benefícios para a saúde associados aos probióticos", disse Bush.

"Isso destaca a importância dos fabricantes procurarem probióticos que possam transmitir seus benefícios específicos e, ao mesmo tempo, oferecer atributos de formulação flexíveis. Escolhendo um probiótico apoiado pela ciência, que esteja bem posicionado e possa ser eficientemente formulado em versões melhoradas dos alimentos do dia a dia e bebidas, atingirão uma base de consumidores inexplorada ".

Segundo o relatório da Kerry, o Brasil apresenta o maior e mais rápido crescimento do mercado regional de probióticos na América Latina e a previsão é que cresça com uma taxa anual composta (CAGR) de cerca de 11% até 2022.

Os dois maiores segmentos são suplementos dietéticos e alimentos e bebidas funcionais.

O mercado global de probióticos tem projeção de crescimento para US$ 64 bilhões, com CAGR de 7,0% até 2022.

No México, a conscientização sobre os benefícios probióticos é menor do que em outros países, de acordo com a Mintel, mas os consumidores estão aumentando a ingestão de ingredientes que consideram saudáveis, como proteínas e probióticos.

"Na América Latina, a educação desempenha um grande papel na compreensão dos benefícios para a saúde associados aos probióticos", afirma o relatório. Enquanto o interesse em alimentos e bebidas para promover a saúde está crescendo, os fabricantes precisam procurar por ingredientes funcionais que possam facilmente transmitir o benefício de saúde digestiva e, ao mesmo tempo, oferecer atributos de formulação flexíveis para alimentos e bebidas.

Bush acrescentou: "Os desafios com a introdução de novos produtos probióticos e marcas em economias inexploradas como a América Latina e a China devem ser preenchidos com probióticos apoiados pela ciência, que estejam bem posicionados e possam ser eficientemente formulados em versões melhoradas para os alimentos e bebidas do dia a dia".

"Os ingredientes de sucesso são os probióticos de marcas bem estudados, que transmitem facilmente uma história orientada para os benefícios que os consumidores podem entender e confiar. Um ingrediente funcional de marca forte deve ser respaldado por segurança, eficácia e qualidade documentadas".

Desafios e soluções de formulação

A estirpe GanedenBC30 formadora de esporos da empresa (Bacillus coagulans GBI-30, 6086) tem vantagens significativas em aplicações de alimentos e bebidas, devido a sua capacidade de suportar temperaturas extremas e técnicas de processamento severas, como calor, cisalhamento, pasteurização HTST e HPP.

De acordo com Kerry, a linhagem está presente em mais de 900 produtos disponíveis atualmente em prateleiras - mais de 350 lançados em 2017.

"Produtos probióticos bem-sucedidos em todos os mercados globais devem incluir inovação em novas categorias de produtos", disse Bush. "No passado, a estabilidade dos probióticos levou a desafios de fabricação que podem ter sufocado a inovação, porque se pensava que os probióticos não poderiam ser incorporados em diferentes tipos de alimentos e bebidas. Novas tecnologias probióticas, como a GanedenBC30, abriram caminhos de inovação, porque significam que podem ser usadas não apenas em produtos lácteos refrigerados, mas também em aplicações como bebidas não lácteas, alimentos congelados, biscoitos, cereais, assados e, até mesmo, bebidas quentes. "

Ásia

Outra região com crescimento significativo é a Ásia (com CAGR de 8,5% até 2022), com a China, sem surpresa, liderando o crescimento na região, com uma participação estimada de 35,4% do mercado.

Um grande crescimento na China vem do interesse dos consumidores mais velhos em alimentos e bebidas fortificadas com probióticos, com benefícios para a saúde digestiva. Por exemplo, 42% dos consumidores chineses estão comprando bebidas com benefícios digestivos e metade de todas as mães na China estão preocupadas com problemas digestivos, de acordo com a Mintel.

Muitas e diferentes formas de entrega estão sendo usadas para probióticos, com os iogurtes sendo complementados por bebidas, confeitos, chocolate, assados e snacks.




Envie uma notícia



Telefone:

+55 11 5524-6931

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/AditivosIngredientes

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001