Guia 2021

Cadastre-se
anuncie
MENU
MÍDIA KIT 2021
Download
COTAÇÃO DE INGREDIENTES
GUIA DE FORNECEDORES
CADASTRE SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI


Voltar

O movimentado mercado - tecnológico e financeiro - de alimentos e bebidas

Alimentos e bebidas são considerados como os setores mais dinâmicos do mercado, tanto em termos de investimentos em pesquisa e desenvolvimento de novos ingredientes e produtos, como também na área financeira.

Para se ter uma ideia, em apenas uma semana, esse setor pode movimentar bilhões em fusões, aquisições, novos negócios, implementações e transações comerciais dos mais variados tipos, em diversificados segmentos e nos mais diversos países.

Somente nas últimas semanas, empresas venderam algumas de suas fábricas, enquanto outras as equiparam para atender a uma maior demanda; novos ingredientes foram desenvolvidos para dar cor, sabor e vida a novos produtos que serão lançados; e outras, ainda, comemoraram os resultados positivos de seus projetos de sustentabilidade.

A Bunge, multinacional holandesa de agronegócio e alimentos, vendeu a sua refinaria localizada em Rotterdam, na Holanda, para a Neste Corporation, empresa petrolífera finlandesa, por US$ 305 milhões, em dinheiro, excluindo capital de giro. Durante o período de transição, a Bunge alugará as instalações da Neste, em fases previstas até 2024, para continuar a fornecer os seus produtos. A transação está prevista para ser concluída no primeiro trimestre de 2021. A Bunge também reinvestirá em ativos para alcançar maior flexibilidade e eficiência operacional e fornecer um portfólio aprimorado de produtos refinados multi óleo para os seus clientes.

A semana também registrou o mais recente investimento da Ornua, cooperativa agroalimentar irlandesa do setor de lácteos, em uma linha adicional de alta velocidade de fatiamento de queijo e expansão das capacidades de produção de queijo ralado. O novo equipamento resultará em uma capacidade adicional de 7.000 toneladas métricas, elevando a produção anual total para mais de 110.000 toneladas métricas. O novo investimento foi feito na sua instalação do Reino Unido e se deve ao forte crescimento da demanda (15%) por queijos de marca de terceiros e da sua marca própria, com vendas através dos principais varejistas do país.

Também na área de investimentos, a alemã Capol, unidade de negócios da Freudenberg Chemical Specialties, iniciou as operações de uma nova linha de produção para produtos de tratamento de superfície de confeitaria, em sua unidade em Saint Hubert, no Canadá. Com as capacidades de produção criadas, a empresa expande ainda mais a sua presença global e fortalece a oferta de seus produtos a clientes no mercado norte-americano.

Voltando ao Reino Unido, a 2 Sisters Food Group, empresa privada fabricante de alimentos com sede em Wakefield, na Inglaterra, confirmou a conclusão de parte de seus negócios da marca de biscoitos Fox para uma associada à Ferrero, empresa italiana especializada em guloseimas e chocolates. As negociações incluíram as instalações da 2 Sisters Food Group em Batley e Kirkham, que produzem, principalmente, os biscoitos da marca Fox. A 2 Sisters Food Group manterá a sua instalação em Uttoxeter, onde são fabricados biscoitos de marca própria para grandes varejistas.

Outra negociação em andamento é a da venda de um terreno da Corbion, empresa holandesa de alimentos e bioquímica. A Corbion chegou a um acordo com o município de Breda e a província de Noord-Brabant, nos Países Baixos, para vender um terreno na cidade onde a sua antecessora, a CSM, operava uma fábrica de açúcar. O preço de compra acordado equivale a US$ 25,9 milhões. A transação ainda está sujeita à aprovação do conselho local de Breda e do executivo provincial de Noord-Brabant.

Na área de fusões e aquisições, a Inspire Brands, holding americana, proprietária e franqueadora das cadeias de restaurantes Arby's, Buffalo Wild Wings, Sonic Drive-In, Jimmy John's e Rusty Taco, e a Dunkin 'Brands Group, holding americana de restaurantes que administra as cadeias de restaurantes de fast food Dunkin' e Baskin-Robbins, firmaram acordo de fusão definitivo, segundo o qual a Inspire adquirirá a Dunkin 'Brands por US$ 106,50 por ação, em dinheiro, em uma transação avaliada em aproximadamente US$ 11,3 bilhões, incluindo a assunção de dívidas da Dunkin 'Brands.

Já as americanas H&W Ingredients, empresa de ingredientes com base em soluções, que comercializa frutas, nozes, vegetais e ingredientes especiais, e a Dayton Foods, atacadista e distribuidora de frutas, nozes, vegetais e ingredientes especiais, foram adquiridas pela também americana Skidmore Sales & Distributing, uma das principais distribuidoras de ingredientes para processadores e fabricantes de alimentos nos Estados Unidos. A H&W Ingredients e Dayton Foods representam muitos dos principais fornecedores de frutas, nozes e vegetais, incluindo empresas como Ocean Spray, Del Monte, Wyman's e Tree Top.

Na área de lançamentos de produtos, a britânica Beroni está lançando uma massa de macarrão que pode ser feita em casa em até 30 segundos. Desenvolvida e fabricada no Reino Unido, é preparada na hora pela mistura de sêmola de trigo duro com água. A massa fresca é, então, moldada nos formatos penne, fusilli ou macarrão antes de ser cozida al dente e imediatamente congelada para preservar o seu frescor. Pode ser cozida em água fervente em apenas 30 segundos ou preparada no micro-ondas ou frigideira em três minutos. Não contém conservantes ou aditivos e também é adequada para veganos.

No setor de ingredientes, a americana Essentia Protein Solutions lançou um aroma de fumaça totalmente natural feito com presunto da Floresta Negra, uma cordilheira do Sudoeste da Alemanha. Apresentado na versão, foi projetado para adicionar o sabor defumado distinto do presunto da Floresta Negra a uma série de aplicações cárneas salgadas, além de funcionar como uma solução de proteína funcional para muitos derivados de carne.

A semana também registrou alguns resultados de sustentabilidade. Um deles, foi o da Fonterra, multinacional da indústria de laticínios da Nova Zelândia, que alcançou os resultados de sustentabilidade mais animadores desde o início do seu relatório anual, há quatro anos. No entanto, a cooperativa permanece focada no que ainda precisa ser feito para atingir suas metas de longo prazo. O relatório mostra que a Fonterra melhorou todas as três principais métricas ambientais em torno das emissões de gases de efeito estufa, uso de água e resíduos sólidos para aterros, pela primeira vez desde o lançamento de seu primeiro Relatório de Sustentabilidade independente em 2017. Entre outros destaques do relatório, a Fonterra tornou-se a primeira empresa de laticínios da Nova Zelândia a ter suas metas de redução de emissões endossadas pela iniciativa Science Based Target, apoiada pela ONU.

Enquanto a Fonterra comemora os seus primeiros resultados positivos em sustentabilidade, a Teagasc, semiestatal da Irlanda responsável por pesquisa e desenvolvimento, treinamento e serviços de consultoria no setor agroalimentar, lançou um relatório comparando a sustentabilidade de uma variedade de sistemas agrícolas no país. O relatório usa a Pesquisa Agrícola Nacional Teagasc para monitorar o desempenho de fazendas de laticínios, gado, ovelhas e preparo do solo para melhorar sua sustentabilidade econômica, ambiental e social. O estudo também monitora a adoção de inovações agrícolas para atingir esse objetivo. O relatório inclui dados recém-compilados de 2019 e dados que remontam à última década, permitindo uma avaliação do desempenho ao longo do tempo.

Esses são apenas alguns exemplos do fluxo que mantém o mercado de alimentos e bebidas em constante movimento e evolução.

Márcia Fani

Editora




Envie um artigo



Telefone:

11 5524-6931       11 99834-5079

Newsletter:

Fique conectado:

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001