MENU
Participe agora mesmo
Votações
COTAÇÃO DE INGREDIENTES
GUIA DE FORNECEDORES
CADASTRE SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI


Voltar

Ingredion e norquin firmam parceria para comercialização mundial de farinha de quinoa

A Ingredion firmou contrato comercial exclusivo com a Northern Quinoa Production Corporation (NorQuin) para distribuir e comercializar globalmente as farinhas de quinoa da NorQuin. A empresa também concluiu um acordo financeiro, incluindo a opção de um futuro investimento de capital na NorQuin, que ampliará a linha de ingredientes de proteínas à base de plantas da Ingredion, amplamente procurada pelos consumidores.

Em declarações, Aaron Jackson, CEO da NorQuin, explica como a quinoa está em 17% dos menus nos EUA e continuará a se expandir. “A demanda por quinoa e outros ingredientes vegetais cresceu substancialmente nos últimos anos. À medida que o movimento à base de plantas continua, a quinoa fica perfeitamente posicionada, pois possui perfil nutricional completo de proteínas, com todos os nove aminoácidos essenciais ”, diz ele.

À medida que mais consumidores em todo o mundo estão migrando para dietas à base de plantas, os canais de serviço e fabricação de alimentos estão se ajustando rapidamente para atender às mudanças nas preferências dos consumidores. “Vimos alguns dos maiores restaurantes de serviço rápido (QSR) e fabricantes de alimentos dobrar seus esforços para trazer rapidamente mais produtos à base de plantas para os consumidores. À medida que essas dietas de consumo mudam, é fundamental encontrar opções que ofereçam uma proteína completa e um custo razoável, a quinoa faz isso”.

O acordo com a NorQuin ampliará ainda mais o portfólio de especialidades da Ingredion com farinhas de quinoa e capitalizará a tendência de proteínas à base de plantas, que molda a indústria global de alimentos.

Hoje, os consumidores estão procurando alimentos e bebidas feitos com ingredientes reais que sejam familiares, confiáveis, de origem sustentável e autênticos. Esse investimento mais recente complementa nosso portfólio de proteínas baseadas em pulses, desbloqueia oportunidades de crescimento futuro e aprimora nossa capacidade de cocriar com nossos clientes a entrega de alimentos e bebidas preferidos pelos consumidores, nutritivos e com ótimo sabor”, acrescenta Jim Zallie, Presidente e CEO da Ingredion.

O grão antigo em destaque

O ressurgimento de grãos antigos nos últimos anos reflete níveis crescentes de interesse em produtos de grãos alternativos posicionados como tradicionais, naturais e nutritivos, com alguns sendo também adequados para formulações sem glúten.

Os consumidores preferem cada vez menos alimentos processados. O aumento na popularidade dos grãos antigos é evidenciado pelo crescimento médio anual de 16% nos lançamentos globais de alimentos e bebidas rastreados com grãos antigos entre 2014 e 2018, de acordo com a Innova Market Insights. O grão antigo mais comum entre os lançamentos de produtos relevantes é a quinoa, seguida de perto pelas sementes de chia.

A quinoa tem sido um grão da moda há alguns anos, com sua posição sendo reforçada por seu prestígio com relação a saúde e status de superalimento em constante expansão. O grão é cada vez mais destaque em refeições prontas e acompanhamentos NPD, bem como em produtos que divulgam grãos antigos em seus rótulos, de acordo com a Innova Markets Insights. A quinoa também é comum nas aplicações de nutrição esportiva, que destacam particularmente seu perfil de alta proteína.

Energia baseada em plantas

A demanda dos consumidores por proteínas vegetais está crescendo rapidamente em todo o mundo e queremos oferecer uma gama completa de soluções que melhor atendam às necessidades de nossos clientes”, acrescenta Tony DeLio, vice-presidente sênior de estratégia corporativa e inovação da Ingredion. “A quinoa é um grão que possui valor nutricional complementar as leguminosas, como ervilhas e lentilhas. A NorQuin investiu mais de duas décadas de pesquisa para desenvolver quinoa de alto rendimento. Trabalhando com a NorQuin, temos a oportunidade de inovar e comercializar novas ofertas de proteínas à base de quinoa para os fabricantes de alimentos”.

Nosso objetivo é tornar a quinoa mais acessível para melhorar a saúde humana e a eficiência dos recursos dos alimentos que ingerimos. Nossa nova parceria com a Ingredion nos ajudará a fazer isso em grande escala. O alcance global da Ingredion, os canais de distribuição profundamente enraizados e a experiência em P&D ajudarão a acelerar nosso crescimento e cumprir nossa missão”, comenta Jackson.

Sobre quais aplicativos terão maior potencial de crescimento, Jackson sinaliza que produtos de panificação, cereais de proteínas, bebidas e alternativos à carne "todos têm um tremendo potencial de crescimento".

As farinhas de quinoa de alto valor serão cultivadas e moídas nas planícies canadenses, segundo Jackson.

Enquanto isso, a pandemia da Covid-19 está mudando notavelmente o foco em ingredientes vegetais, revela ele. “Durante o coronavírus, ouvimos falar da quebra da cadeia de suprimentos em relação às proteínas animais. As plantas de biomanufatura e a alavancagem que conduzem alternativas à carne continuarão vendo um crescimento explosivo”, conclui.

No início deste mês, a Ingredion divulgou seus resultados no primeiro trimestre de 2020, destacando a demanda ininterrupta por seus produtos em meio a Covid-19. A empresa apresentou aumento de US$ 18 milhões nas despesas de capital no início deste ano fiscal, após seus investimentos. No futuro, a empresa espera uma demanda robusta por produtos alimentícios embalados tradicionais, à luz da pandemia



Envie uma notícia



Telefone:

11 5524-6931       11 99834-5079

Newsletter:

Fique conectado:

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001